Dê sua nota!

Os dias de inverno, mais frios e secos, pedem diversos cuidados com nossa saúde em geral, não é verdade? Nessa época utilizamos hidratantes para cuidar da pele após os banhos quentes, preparamos sopas e caldos para nutrir e esquentar o corpo, procuramos nos agasalhar com roupas de lã, luvas e cachecol. Mas o que fazemos para cuidar dos nossos olhos?

O clima mais seco e as baixas temperaturas do inverno não causam apenas problemas respiratórios, mas também podem deixar os olhos mais vulneráveis a doenças como a conjuntivite alérgica, a síndrome do olho seco e diversos tipos de crises relacionadas à alergia. Quer saber que cuidados com os olhos podem minimizar os riscos e o desconforto? Então veja só:

Não dispense os óculos de sol no inverno

Mesmo que no inverno o sol não dê as caras por boa parte do dia, o uso dos óculos de sol, com lentes que realmente protejam contra os raios ultravioleta (UVA e UVB), é indispensável. Lembre-se de que os efeitos dos raios solares nos olhos são cumulativos, de forma que mesmo pequenas exposições diárias já podem vir a causar problemas oculares. Por isso, mesmo em dias nublados e de chuva, não saia de casa sem seus óculos de sol.

Para se proteger de maneira eficaz contra os raios solares, é importante comprar óculos de sol em óticas de confiança, optando por marcas idôneas que ofereçam proteção UV. Nada de economizar demais e comprar óculos de sol vendidos em lojas populares, que podem até aumentar os riscos de lesão ocular por não passarem pelo tratamento específico de proteção UV.

Redobre os cuidados com a limpeza

Ambientes arejados e frequentemente limpos diminuem — e muito! — o risco de problemas nos olhos. Mas não basta apenas varrer o chão ou espanar os móveis para evitar o acúmulo de poeira, viu? Por mais que esse seja um bom começo, é preciso ir além. As roupas de lã e os cobertores que ficaram guardados por muito tempo nos armários devem ser lavados antes do uso, por exemplo, e de preferência colocados ao sol.

Se tiver animais domésticos, evite que eles fiquem muito tempo dentro de casa, uma vez que os pelos de cães e gatos em tapetes, sofás e até na cama podem desencadear uma conjuntivite alérgica, causando coceira e irritação. Além dos pelos de animais, as partículas de poeira no ar também são consideradas agentes irritantes, por isso, em vez de espanadores, use panos úmidos para higienizar a casa. O segredo é caprichar na limpeza!

recuperação da cirurgia de catarata

Use colírios para tratar o olho seco

Fatores ambientais — incluindo aí o ar-condicionado — são as principais causas da sensação de olho seco. E no inverno os sintomas desse problema aparecem com muito mais frequência. O clima seco próprio do inverno, juntamente com vento, fumaça e aumento da poluição, pode causar coceira nos olhos, irritação e lacrimejamento.

Para diminuir o desconforto desses sintomas, procure seu oftalmologista para que ele avalie se é o caso de indicar o uso de certos tipos de colírios também conhecidos como lágrimas artificiais, que servem basicamente para lubrificar os olhos e trazer um alívio imediato.

E você, já sofreu ou ainda sofre com algum desses sintomas no inverno? O que faz para proteger seus olhos dos problemas mais comuns dessa estação? Deixe seu comentário e divida suas dicas conosco! E continue acompanhando nosso blog para descobrir como cuidar da sua visão durante o ano todo!

E não esqueça de visitar o seu oftalmologista de confiança regularmente !

Posts Relacionados

Ricardo Filippo
Oftalmologista
Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ. Durante sua vida acadêmica, participou de dezenas de congressos e simpósios, no Brasil e no exterior, e ministrou diversas aulas sobre Oftalmologia. Para mais informações sobre sua experiência na área,
clique aqui.