será que a catarata pode deixar cegoA catarata é uma doença oftalmológica que causa a opacificação do cristalino, gerando, como consequência, uma perda progressiva da acuidade visual.

Por esse motivo, quando não tratada, a catarata pode causar cegueira. Mas, a boa notícia é que, atualmente, o tratamento da doença é muito eficiente e pode ser realizado antes que haja uma perda substancial da visão.

Na maior parte dos casos, ele é feito a partir de uma intervenção cirúrgica simples e segura ― a facoemulsificação ―, que devolve a qualidade de vida do paciente acometido.

Trouxemos, a seguir, as principais informações sobre a catarata, a cegueira causada por ela e o seu tratamento cirúrgico. Venha conferir!

O que é a catarata?

A catarata é uma doença que atinge o cristalino, diminuindo, total ou parcialmente, a sua transparência e tornando-o, gradativamente, mais opaco. Assim, inicialmente, a opacidade é localizada, mas, com a progressão da doença, ela passa a acometer o cristalino de forma generalizada.

Essa doença pode ser, inclusive, em alguns casos, observada a olho nu, visto que a pupila se torna esbranquiçada, especialmente nos estágios mais tardios da catarata. Seus sintomas mais comuns são: visão embaçada, sensibilidade à luz, necessidade de mudança mais frequente da receita e da lente dos óculos, imagens duplas e dificuldade visuais.

Uma das causas mais frequentes da catarata é o envelhecimento, motivo pelo qual ela acomete, principalmente, pessoas com idade superior a 60 anos. Entretanto, ela também pode ser congênita ou causada por outros fatores, como traumas nos olhos e uso de medicamentos.

A catarata pode causar cegueira?

O cristalino funciona como a lente natural do globo ocular humano, sendo o grande responsável pela focalização da luz sobre a retina e, portanto, pela nossa visão.

Como a catarata atinge essa estrutura dos olhos, tornando-o opaco, a luz não consegue atingir a retina em quantidades suficientes para a boa visão. Consequentemente, há uma perda gradual da acuidade visual e, tardiamente, a perda da visão pode ser total. Portanto, sim, a catarata pode causar cegueira.

Atualmente, a catarata é a principal causa de cegueira no Brasil e no mundo. Mas, a cegueira causada por ela é reversível cirurgicamente, ou seja, tem cura, independente do estágio em que ela se encontre.

Como funciona o tratamento da catarata?

Inicialmente, o tratamento da catarata é realizado com medidas paliativas, ou seja, que não curam, mas ajudam na visão do paciente. Assim, são utilizados recursos ópticos, que podem ser tanto os óculos como as lentes de contato de grau.

LEIA TAMBÉM:  Lentes intra-oculares para catarata: qual escolher?

Entretanto, com o avançar da catarata, a acuidade visual torna-se cada vez pior, fazendo-se necessário o tratamento cirúrgico, no qual há a remoção do cristalino opaco.

Como é a cirurgia de catarata?

Existem diferentes modalidade cirurgias para o tratamento da catarata, sendo que uma das mais eficientes e populares é a facoemulsificação.

Nessa técnica, é feito um pequeno corte para a remoção total do cristalino acometido, com a subsequente substituição dessa estrutura por um implante: a lente intraocular.

Esses procedimentos são seguros, indolores ― visto que o olho do paciente está anestesiado com colírio ou outro anestésico local ― e rápidos, podendo durar, no total, cerca de 15-20 minutos.

Antes, o paciente realiza vários exames, a fim de verificar as suas condições clínicas e determinar o grau da lente que será inserida no seu olho. Posteriormente, serão necessários o acompanhamento oftalmológico pós-operatório, a utilização de medicamentos e de lente nos primeiros meses pós-operatórios.

Viu só que a catarata pode causar cegueira, mas que a perda da visão pode ser evitada e revertida com uma cirurgia rápida e segura?

Gostou do nosso artigo? Então aproveite para assinar a nossa newsletter e receber informações exclusivas sobre a catarata e outros problemas que acometem os olhos!

Que tal também conferir os nossos artigos relacionados:

E não deixe de visitar o seu oftalmologista de confiança regularmente!

 [wp_bannerize group=”catarata” categories=”17″]

Ricardo Filippo
Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ. Durante sua vida acadêmica, participou de dezenas de congressos e simpósios, no Brasil e no exterior, e ministrou diversas aulas sobre Oftalmologia. Para mais informações sobre sua experiência na área,
clique aqui.