Crianças - OftalmopediatriaGeral

Canal lacrimal entupido: saiba agora tudo sobre essa condição

A maioria das pessoas não sabe, mas as lágrimas além de representarem emoções também lubrificam o olho e protegem o globo ocular de rupturas e infecções. Elas são essenciais para a manutenção da saúde dos olhos e da visão. Neste texto vamos explicar sobre o canal lacrimal entupido, condição que afeta diversos bebês recém-nascidos e normalmente não

Crianças - OftalmopediatriaGeral

Ptose palpebral: conheça agora as causas, diagnóstico e tratamento

A ptose palpebral — popularmente chamada de pálpebra caída — é uma condição que provoca a queda das pálpebras superiores dos olhos. Em situações normais, a pálpebra cobre aproximadamente 2 mm da córnea, diferentemente do que acontece na ptose, em que a pálpebra cobre o olho mais que o normal, incluindo uma parte da pupila. Tal condição

Crianças - Oftalmopediatria

Olhos dos bebês lacrimejando e remelando: o que pode ser?

Só quem tem um bebê sabe o quanto cada sintoma desconhecido deixa as mamães aflitas! Olhos do bebê lacrimejando ou remelando demais são apenas alguns dos cenários que as mães encontram quando têm filhos pequenos. Para aliviar a angústia de muitas, preparamos esse artigo para explicar melhor o que pode causar essas ocorrências. Boa leitura! Por

Crianças - Oftalmopediatria

Celulares, tablets e computadores prejudicam a visão das crianças?

Ainda não há estudos conclusivos sobre os efeitos nocivos dos aparelhos eletrônicos na visão das crianças. O que se sabe é que o uso contínuo, associado à má postura, e o manuseio repetitivo dos dedos na tela são fatores que podem contribuir para o aparecimento de problemas. Porém, não se deve privar totalmente as crianças dos

Crianças - Oftalmopediatria

Áreas da oftalmologia: o que é oftalmopediatria?

Você já ouviu falar da oftalmopediatria? Essa subespecialidade da oftalmologia foca nas crianças e nas doenças oculares específicas dessa faixa etária, oferecendo um tratamento mais completo e eficaz aos pequenos. Quer aprender mais sobre essa área e as doenças tratadas pelos oftalmopediatras? Confira tudo aqui no nosso post!              

Crianças - Oftalmopediatria

Retinoblastoma: causas, diagnóstico e tratamento

O retinoblastoma é o tumor de olhos mais comum em crianças, afetando cerca de 1 a cada 20-30 mil bebês nascidos vivos. Embora tenha uma estrutura maligna, com o diagnóstico precoce e o tratamento adequado, a grande maioria das crianças que tiveram retinoblastoma consegue levar uma vida normal. Quer descobrir mais sobre o retinoblastoma e

Crianças - Oftalmopediatria

Como detectar problemas na visão das crianças?

Identificar sintomas de problemas visuais em crianças não é uma tarefa fácil, pois muitos deles não são específicos de doenças oculares. O diagnóstico e a intervenção precoce podem garantir maior eficiência no tratamento. A Sociedade Brasileira de Oftalmologia recomenda que a primeira consulta ocorra até os três anos de idade ou mais cedo, caso tenha histórico familiar de problemas de visão.

Crianças - Oftalmopediatria

Saiba mais sobre o uso de óculos escuros para crianças

Assunto muito controverso entre as conversas das mamães é a necessidade de utilizar óculos escuros para crianças. Algumas acreditam que haja um exagero sobre essa recomendação, outras entendem ser apenas um acessório de moda e existem aquelas que não abrem mão de colocar em suas crianças. O fato é que vivemos em um país com alta

Cirurgia de CatarataCrianças - Oftalmopediatria

Catarata congênita: Você sabe o que é?

A Catarata Congênita, responsável pela principal causa de cegueira na infância, é uma lesão ocular que provoca alterações no cristalino – lente natural dos olhos que nos ajuda a focar a luminosidade que vem de fora – gerando graus de opacidade (embaçamento) que podem levar à cegueira infantil. Dependendo do nível em que se dá

Crianças - OftalmopediatriaGeral

Saiba mais sobre a ambliopia e entenda suas causas

A ambliopia — do grego amblios, equivalente a tolo, e ops, relativo à visão — se caracteriza por uma perda de visão uni ou bilateral, não havendo nenhuma justificativa para tal. É como se os olhos estivessem saudáveis, mas não quisessem trabalhar. Por esse motivo, a doença também é conhecida como olho preguiçoso. Mas quais