Entenda como a gravidez pode afetar a saúde dos olhos (2)Quando se fala no desconforto que pode acompanhar a gravidez, pensamos no inchaço, nos enjoos e nas estrias. Mas um aspecto pouco lembrado envolve a saúde dos olhos durante os nove meses da gestação. As alterações hormonais provocadas pela maternidade afetam todo o corpo da mulher, inclusive os olhos, podendo causar desconfortos passageiros ou alterações que só desaparecem após o parto. Para entender como a gravidez pode afetar a saúde dos olhos e quais os cuidados que a gestante deve ter, confira nosso artigo:

Como a gravidez pode afetar a saúde dos olhos

Ressecamento dos olhos

As alterações hormonais durante a gestação, combinadas com exposição ao ar condicionado ou a ambientes com muita fumaça ou poeira, podem desencadear a sensação de olhos secos — um problema que pode acompanhar a mulher durante os nove meses de gravidez, em maior ou menor grau.

O desconforto nos olhos, a coceira e vermelhidão podem ser amenizadas com o uso de colírios lubrificantes receitados pelo oftalmologista. Também conhecidos como lágrimas artificiais, eles oferecem uma lubrificação suave e diminuem a sensação de desconforto dentro dos olhos. Outras mudanças que podem ajudar são o uso de umidificadores no ambiente e evitar a exposição a vento, fumaça e ar condicionado.

Alteração no grau dos óculos

Portrait of a beautiful chinese asian girl or young woman outsid

As gestantes que utilizam óculos podem perceber que ele não é mais suficiente para garantir uma visão perfeita. Durante a gestação, é comum que a córnea sofra uma pequena mudança em sua curvatura, alterando o grau. Porém, não é necessário trocar os óculos, já que essa condição tende a desaparecer após o parto.

A focalização de objetos próximos também pode ficar temporariamente comprometida, dificultando a leitura, por exemplo. Essas pequenas flutuações na visão podem trazer algum desconforto, mas não oferecem consequências mais graves.

Surgimento de manchas e pontos escuros no campo de visão

O aparecimento de manchas ou pontos pretos no campo de visão é um sintoma associado à pré-eclâmpsia, uma condição que atinge uma boa parte das gestantes e causa aumento da pressão arterial e inchaço. É importante que a futura mamãe seja avaliada para evitar o desenvolvimento da eclâmpsia — que pode colocar o bebê em risco.

LEIA TAMBÉM:  Usar óculos pode viciar?

O exame de fundo de olho é fundamental para avaliar a condição das artérias e nervos da retina e deve ser feito no consultório do oftalmologista logo que aparecerem os sintomas.

Aceleração da diabetes ocular

Apesar de não ser causado pela gestação, os sintomas do diabetes ocular podem piorar com a gravidez, já que as alterações hormonais podem acelerar as alterações na retina ligadas a essa doença. Por isso, é importante controlar os níveis glicêmicos durante os 9 meses e evitar problemas nos olhos da mãe e do bebê.

Quais são os cuidados com o uso de colírios e medicamentos

lâmpada de fenda auxilia o diagnóstico de doenças oftalmológicas

É importante frisar que, embora o uso de colírios seja indicado para diminuir o desconforto causado pelo olho seco, por exemplo, eles devem ser indicados pelo oftalmologista. O colírio e qualquer medicamento usado pela futura mamãe pode comprometer a nutrição do bebê, causar contrações na musculatura uterina, aumentar a pressão arterial da mulher e até causar defeitos congênitos.

Para garantir a saúde dos olhos na gravidez, é importante lavar as mãos com frequência, evitar aglomerações e locais abafados e diminuir o uso de lentes de contato, além de consultar um oftalmologista ao primeiro sinal de problema. Lembre-se também de nunca usar medicamentos ou colírios sem indicação médica!

Você já sabia que a gravidez pode afetar a saúde dos olhos? Como você cuidou deles durante sua gestação? Conte para a gente nos comentários!

E não esqueça de visitar o seu oftalmologista de confiança regularmente !

Posts Relacionados

Ricardo Filippo
Oftalmologista
Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ. Durante sua vida acadêmica, participou de dezenas de congressos e simpósios, no Brasil e no exterior, e ministrou diversas aulas sobre Oftalmologia. Para mais informações sobre sua experiência na área,
clique aqui.