Dê sua nota!

tudo sobre a luz azul dos eletronicosAlguns hábitos digitais são muito mais perigosos do que imaginamos. Você sabia que o uso constante de aparelhos eletrônicos pode causar sérios danos à nossa visão? A exposição prolongada a aparelhos que emitem luz azul pode acarretar sérias doenças oculares como degeneração na retina, catarata e cegueira. Por isso, é importante saber controlar o uso de equipamentos que emitem essa luz nociva, como TVs, celulares, tablets e computadores.

Quer conhecer mais sobre o assunto? Então continue a leitura e saiba como cuidar da saúde dos seus olhos prevenindo a exposição à luz azul.

Porque a luz azul é prejudicial

A luz azul emitida pelos aparelhos eletrônicos possui um nível de fototoxidade considerável. O seu efeito é cumulativo, ou seja, em um primeiro momento ela parece inofensiva, mas após um grande período de exposição, pode trazer sérios danos à saúde dos olhos.

É preciso ressaltar que existem dois tipos de luz azul: a azul-violeta e a azul-turquesa. A última é uma luz boa, que não prejudica o organismo. Pelo contrário, a azul turquesa é responsável por fazer a regularem do nosso relógio biológico. Existem, inclusive, estudos que propõem a inserção dessa luz nos painéis de automóveis, com o intuito de manter os motoristas sempre alertas.

O problema está na luz azul-violeta. Ao atingir nossos olhos com frequência, ela pode causar sérios danos aos mesmos, levando inclusive à cegueira. Porém, é importante ressaltar que isso não irá ocorrer do dia para a noite, é necessário um tempo maior de exposição. E o grande problema dessa luz é que as pessoas passam cada vez mais tempo diante de aparelhos celulares, TVs, tablets e computadores que emitem a azul violeta. Para se ter uma ideia da necessidade em evitar a luz azul, uma pessoa que fica exposta a ela durante 7 horas por dia, poderá ter sérios problemas em cerca de 15 anos.

LEIA TAMBÉM:  7 cuidados com os olhos essenciais com a chegada da primavera

Doenças causadas pela luz azul

Com uma exposição frequente e contínua, a luz azul começa a prejudicar a saúde dos olhos. Quando isso ocorre, os usuários de aparelhos eletrônicos podem ter deslocamento da retina, catarata e degeneração macular, uma das principais causas da cegueira. Além disso, o sistema neurológico também é afetado, o que leva a alterações de humor e insônia.

Como prevenir danos

A atitude que melhor irá prevenir os danos da luz azul é controlar a exposição constante aos aparelhos eletrônicos. Sempre que possível, faça uma pausa e permita que seus olhos descansem. Sintomas como dores de cabeça frequente, cansaço ocular ou vista embaçada são sinais de que seus olhos precisam de cuidados. Caso note alguns deles, procure imediatamente um oftalmologista. Óculos com lentes que diminuem a incidência da luz azul nos olhos, também é uma ótima forma de prevenir os possíveis danos causados pela exposição à luz azul.

Viu só como é importante cuidar da saúde dos olhos? A exposição frequente à luz azul pode causar danos irreversíveis. Por isso, tenha atenção aos possíveis sintomas e evite o uso prolongado de aparelhos eletrônicos.

Gostou do nosso artigo? Então compartilhe com seus amigos!

Ricardo Filippo
Oftalmologista
Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ. Durante sua vida acadêmica, participou de dezenas de congressos e simpósios, no Brasil e no exterior, e ministrou diversas aulas sobre Oftalmologia. Para mais informações sobre sua experiência na área,
clique aqui.