Human eye on blue background (shallow DoF)O ceratocone é uma enfermidade do olho em que a córnea fica mais fina e seu formato se altera, com uma aparência cônica em vez de uma esférica adequada, e consequentemente causa a distorção do que se vê. No post de hoje vamos conferir mais sobre o que é ceratocone e mais informações sobre a doença. Confira!

O que é ceratocone

A doença é uma ectasia da córnea que se caracteriza por tornar o órgão mais fino. Conforme a córnea se torna fina, a pessoa nota uma acuidade baixa dos olhos, podendo variar de moderada a grave, o que vai depender do quanto o tecido corneado foi prejudicado. Muitos pacientes não notam que sofrem dessa enfermidade já que ela começa como um astigmatismo ou miopia. O ceratocone pode evoluir de forma rápida ou levar anos para se manifestar.

Sintomas do ceratoconenão é recomendado coçar os olhos nos pacientes com ceratocone

Os indivíduos com a doença, afirmam que começam a enxergar de forma desfocada, e assim procuram um médico para a receita de lentes com o intuito de corrigir o problema. Nas fases precoces, os sintomas da enfermidade podem ser iguais ao de outro problema refrativo do nosso olho. Com a evolução do ceratocone a visão fica deteriorada e em alguns casos de maneira muito rápida. Geralmente a doença não apresenta manifestação de dor, e um de seus sintomas mais clássicos é a poliopia, em que o paciente tem a percepção de multiplicidade do objeto.

Causas do ceratocone

As causas para a doença podem se associar a alterações físicas, moleculares e bioquímicas no tecido da córnea. É provável que o ceratocone é o resultado de várias condições, e a medicina já reconhece sua associação com enfermidades alérgicas, hereditárias, sistêmicas, além da utilização prolongada de lentes de contato. Mesmo sem conhecer a causa, o que se sabe, é que podem ser percebidos períodos de estabilidade e de agravamento do ceratocone. O diagnóstico da doença é baseado em detalhes clínicos e com exames como a topografia, que indica em imagem a forma exata da córnea.

LEIA TAMBÉM:  Quando fazer o crosslinking?

Tratamentos do ceratocone

O tratamento da doença depende muito da gravidade do estado do paciente.

Correção

De início os óculos conseguem corrigir o problema do astigmatismo e da miopia. Mas, conforme a doença evolui a visão do paciente já não se adapta de forma correta e exige a utilização das lentes de contato para regularizar a superfície da córnea e, assim, melhorando o foco dos raios luminosos e proporcionando uma visão mais apurada. Depois, se as lentes não garantem uma visão satisfatória ou ainda se o paciente sofre uma intolerância a elas, um transplante da córnea é recomendado pelo médico.

Cirurgias

Na cirurgia penetrante saiba que o transplante da córnea da pessoa é o tipo de tratamento mais comum. No processo, a córnea do paciente que sofre da doença é removida e o órgão da pessoa que doou é reinserido na pessoa enferma.

Já na lamelar o órgão do paciente é removido na profundidade e o botão da córnea que foi doada é suturado na região.

Crosslinking

O procedimento é uma cirurgia que faz uso da luz ultravioleta e da vitamina B12 (riboflavina), com o objetivo de estacionar a doença e, dessa forma, evitar a evolução ou piora do quadro do paciente. O tratamento é indicado em casos de pacientes que apresentaram uma piora do ceratocone, comprovada por exames de topografia de córnea.

E você, ainda tem alguma dúvida sobre a doença? Não se esqueça de comentar suas dúvidas e experiências!

Que tal conferir também o nossos artigos relacionados:

E não deixe de visitar o seu oftalmologista de confiança regularmente