Dê sua nota!

A tecnologia se desenvolve tão rápido que, às vezes, é difícil acompanhá-la e acreditar que já demos passos tão grandes. Um exemplo é o Google Glass, um par de óculos futurista de realidade aumentada que tem uma tela que se encaixa acima do olho direito. Esse projeto criado pelo Google executa várias funções que os smartphones já têm, como ligações, gravação de vídeos e execução de músicas. Você ainda não conhece o Google Glass? Então leia este texto e saiba mais sobre o assunto:

Como é o Google Glass?

Com design moderno — o Google Glass tem uma armação fina e discreta — o novo aparelho dispensa o uso das mãos. Ele também tem o tamanho dos óculos normais e pode ser fabricado em cores variadas. Em seu interior, estão todos os elementos para que as pessoas possam usar seus recursos: processador, sensor de som, câmera de alta definição com 720p, memória flash de 16 GB, um botão que emite sons e conector micro USB para carregador.

E as novidades não param por aí! O Google Glass é sincronizado diretamente com o armazenamento em nuvem do Google. Assim, todas as fotos, vídeos e demais arquivos criados com o dispositivo serão salvas automaticamente na internet, sem perigo de serem perdidos.

Quais são as características do Google Glass?

Tela

Na pequena tela localizada na frente dos óculos, há um prisma inteligente — um miniprojetor que reflete a imagem para dentro da retina. Esse prisma projeta uma camada de luz sobre a realidade, permitindo ao usuário mudar o foco da visão: quando estiver acessando algum aplicativo e quiser prestar atenção na rua, é só olhar para o lugar desejado que a imagem do aplicativo fica opaca e diminui.

Som

Em relação ao som, os óculos não têm entrada para fones comuns ou caixas de som: o áudio é projetado através de um botão que fica atrás da orelha. Achou interessante? Você não viu nada! A tecnologia que produz som usa a vibração das ondas nos ossos. Isso mesmo: o som não chega de fora — o botão vibra e emite sons que só quem usa o Glass pode ouvir. No que diz respeito à fala, o áudio também é conduzido pela mandíbula.

LEIA TAMBÉM:  4 razões para visitar seu oftalmologista ainda hoje

Imagem

Além da imagem da câmera ser boa e bastante nítida (5 megapixels), as fotos são captadas com precisão e do mesmo ponto de vista de quem utiliza o Google Glass. Dessa maneira, os vídeos e as fotos serão registrados da forma como a pessoa vê o mundo naquele exato momento.

Bateria

A bateria do aparelho, que dura um dia inteiro, se encontra na parte posterior dos óculos, do lado direito — assim como o microfone, o Bluetooth, a entrada micro USB e o Wi-Fi.

Como é a versão beta do Google Glass?

As informações sobre o produto são liberadas aos poucos. Primeiro, quem conseguia comprar o protótipo eram apenas aquelas pessoas que tinham convites. Por um dia, o Google decidiu vender para quem quisesse comprar, e o resultado foi o esgotamento de todos os óculos do estoque! Sua versão beta está disponível para compra, mas quem quiser adquirir essa modernidade terá que desembolsar uma quantia considerável de dinheiro.

Você poderia imaginar um par de óculos como o Google Glass fazendo tudo isso? Deixe um comentário contando qual é a sua opinião! Aproveite para ler sobre como é feita a cirurgia refrativa a laser!

E não esqueça de visitar o seu oftalmologista de confiança regularmente !

Ricardo Filippo
Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ. Durante sua vida acadêmica, participou de dezenas de congressos e simpósios, no Brasil e no exterior, e ministrou diversas aulas sobre Oftalmologia. Para mais informações sobre sua experiência na área,
clique aqui.