É possível realizar a cirurgia de catarata pelo SUS?

A catarata é caracterizada pela opacidade do cristalino — a lente natural do olho. A doença deixa a visão nebulosa e, sem o tratamento adequado, pode levar à cegueira. Por isso, é motivo de preocupação para tantos pacientes, que ficam na dúvida se é possível conseguir a cirurgia de catarata pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

A doença é progressiva e as causas são variadas, como avanço da idade, diabetes, traumas, inflamações, deficiência congênita, glaucoma, entre outras. O importante é buscar rapidamente o tratamento para evitar a perda de visão.

Quer saber se você pode fazer essa cirurgia via atendimento público? Confira nosso post e tire todas as suas dúvidas!

 

É possível fazer a cirurgia de catarata pelo SUS?

O Ministério da Saúde lançou, em 2004, a Política Nacional de Cirurgias Eletivas, com o objetivo de ampliar a oferta de procedimentos cirúrgicos já disponíveis, incluindo nessa listagem os de catarata. Portanto, todo cidadão pode fazer a cirurgia pelo SUS em hospitais de todo o país.

O problema é que, dependendo do município, a espera pode ser grande. De acordo com um levantamento do Conselho Federal de Medicina (CFM), em dezembro de 2017, a fila de espera do SUS para esse procedimento cirúrgico contava com 113.185 pacientes em todo o Brasil.

 

Como conseguir o agendamento?

Para realizar esse procedimento no sistema público, o primeiro passo é agendar uma consulta com um médico oftalmologista do SUS. Ele fará a avaliação do paciente e, constatando a doença, solicitará a cirurgia.

Com esse pedido em mãos, é preciso se dirigir ao posto de saúde do seu bairro, que verificará quais hospitais realizam o procedimento. Feito isso, o pedido entra na fila de espera. Quando surgir a vaga, o atendente do posto de saúde telefona, avisando que a cirurgia de catarata está marcada.

 
banner pré consulta catarata

 

Como agir em casos de urgência?

Em casos de urgência e demora na fila de espera do SUS, o recomendado é que o paciente procure um advogado ou a Defensoria Pública. Dessa maneira, ele pode conseguir um mandado judicial para que o governo seja obrigado a pagar a cirurgia em um hospital particular — devido à gravidade da doença.

 

Como o procedimento cirúrgico é feito?

A cirurgia consiste em dissolver a catarata com o ultrassom e inserir uma lente (um novo cristalino artificial) para que o paciente volte a enxergar. É um procedimento cirúrgico considerado de baixa complexidade, realizado com anestesia local e que leva, em média, meia hora. O melhor é que não há necessidade de internação.

Para o indivíduo que estava com sérias dificuldades para enxergar, a sensação é de vida nova, pois a visão melhora imediatamente e se restabelece por completo em um mês.

Se você sentir a visão embaçada ou dupla, estiver com dificuldades de enxergar objetos distantes ou com muita sensibilidade à luz, não hesite em procurar o oftalmologista. É possível fazer a cirurgia de catarata pelo SUS, mas é importante ficar atento para que uma longa espera não traga consequências graves, como a cegueira.

Quer conhecer mais sobre esse procedimento? Então leia nosso próximo artigo e saiba como é o pós-operatório para a cirurgia de catarata!

 

Por que você deve procurar por um bom especialista

Temos o péssimo hábito de postergar os cuidados com a saúde ou confiar em qualquer profissional. Isso é um risco! Problemas que não são devidamente tratados podem evoluir para quadros mais graves, por isso é sempre importante procurar o acompanhamento médico adequado.

Com a saúde dos olhos não é diferente. Para encontrar um oftalmologista bem conceituado busque referências, pesquise, veja as avaliações de outros pacientes, observe o currículo e a especialidade do profissional.

O mesmo cuidado vale na hora de escolher uma clínica. Analise indicações e depoimentos de pessoas que já fizeram tratamentos no local, veja a reputação da instituição, conheça o corpo clínico, o nível de especialização e o histórico profissional dos médicos.

Não entregue sua saúde nas mãos de qualquer pessoa! Hoje, é muito mais fácil realizar uma pesquisa antes de escolher um profissional. Você pode acessar informações no site da clínica, entrar em contato e esclarecer todas as dúvidas previamente.

 

Tratamento com a Clínica de Oftalmologia Integrada

Na Clínica de Oftalmologia Integrada, o tratamento é feito com tecnologia de última geração. A instituição conta com corpo clínico altamente qualificado, equipamentos modernos, centro cirúrgico próprio e muito bem estruturado.

Nela, você é tratado com respeito, humanidade e excelência no atendimento. Todos os profissionais estão preparados para examinar, diagnosticar e cuidar de qualquer problema oftalmológico, sempre priorizando o bem-estar do paciente.

Dentre os diversos tratamentos oferecidos, os mais procurados são cirurgia de catarata e cirurgia refrativa a laser — para casos de miopia, hipermetropia e astigmatismo.

Não adie mais os cuidados com a saúde dos seus olhos. Seja para realizar a cirurgia de catarata, seja para tratar qualquer outro problema oftalmológico, busque acompanhamento especializado e melhore a sua qualidade de vida.

Ficou interessado e quer saber mais sobre o assunto? Você pode assistir à nossa pré-consulta gratuita sobre a doença! Uma série de vídeos explicativos sobre catarata, para você ficar por dentro desta condição e saber qual o melhor momento para procurar a opinião do seu oftalmologista.

 
banner pré consulta catarata

 
Se você quiser saber ainda mais sobre o procedimento cirúrgico realizado para a correção do ceratocone, você pode baixar gratuitamente o nosso e-Book Guia Definitivo Da Cirurgia de Catarata e tirar todas as suas dúvidas, ou ainda, agendar uma consulta com um de nossos especialistas em nossa clínica, localizada na Zona Oeste do RJ!

Guilherme Quinellato
Especialista em cirurgia de catarata e ceratocone
Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ. Durante sua vida acadêmica, participou de dezenas de congressos e simpósios, no Brasil e no exterior, e ministrou diversas aulas sobre Oftalmologia. Para mais informações sobre sua experiência na área,
clique aqui.