X

Como escolher um centro cirúrgico oftalmológico de confiança?

Você sabia que mais de 35 milhões de brasileiros possuem algum problema de visão? São desde enfermidades mais simples, como a conjuntivite, até outras doenças mais graves, como o glaucoma e a catarata. Esses dados foram divulgados em 2016 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e o número representa pelo menos 19% da população brasileira.

O estudo mostra ainda que cerca de 500 mil brasileiros foram diagnosticados com cegueira. Diante desses significativos números, é importante se atentar para a saúde dos olhos e tomar cuidados desde a infância para prevenir e evitar doenças que costumam se manifestar na terceira idade.

A maioria dos brasileiros culturalmente têm o costume de só se preocupar quando a doença oftalmológica vem à tona, então é ainda mais importante ficar atento à escolha do centro cirúrgico oftalmológico caso seja preciso passar por uma intervenção cirúrgica.

Acompanhe as dicas que reunimos neste post para verificar se o centro cirúrgico oftalmológico atende às suas expectativas. Assim, se você precisa escolher um centro oftalmológico seguro para realizar uma cirurgia nos olhos, já saberá exatamente como avaliar se a clínica é realmente de confiança.

Como escolher um centro cirúrgico oftalmológico

Seja para a realização de exames, para o diagnóstico, tratamento ou ainda para se submeter a uma cirurgia, é preciso garantir a escolha de uma centro oftalmológico de total qualidade e segurança. Dessa forma, listamos aqui alguns pontos que você deve levar em conta antes de decidir pelo local de atendimento da saúde dos olhos.

Equipamentos de tecnologia

É preciso se certificar de que o centro oftalmológico possui aparato de qualidade disponível para auxiliar os profissionais no atendimento. É importante que o centro de oftalmologia tenha uma estrutura completa, tanto no que diz respeito à técnica quanto em relação à modernidade tecnológica.

Verifique, portanto, se os procedimentos serão realizados em equipamentos de última geração e até mesmo importados, o que vai garantir aos pacientes diagnósticos mais precisos por parte dos profissionais atuantes na clínica.

Equipe multidisciplinar capacitada e treinada

Outro ponto a ser avaliado é se o centro oftalmológico conta com uma equipe médica multidisciplinar capacitada e treinada. É fundamental que a clínica tenha um corpo de profissionais que atenda as mais variadas especialidades oftalmológicas e que haja um treinamento contínuo da equipe operacional que atua no centro oftalmológico — para que tenham conhecimento sobre todo o funcionamento da clínica.

O profissional formado em medicina precisa ser ainda formado na residência de oftalmologia para então escolher a subespecialidade em que vai atuar, como a plástica ocular ou mesmo o especialista em catarata e estrabismo. Também é importante que a clínica tenha tradição em subespecialidades.

Médicos qualificados

Além de ter uma equipe multidisciplinar, o centro oftalmológico deve ainda contar com médicos altamente qualificados. Para se certificar, procure se informar sobre a formação acadêmica e a reputação dos médicos que atendem na clínica.

Avalie o currículo dos médicos, a instituição de formação, bem como a que ele realizou a especialização. Veja ainda se o médico ministra congressos, tem participação em sociedades da especialidade em que atua e ainda no Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO).

Vale conferir também se o médico tem um alto volume de cirurgias realizadas ao ano, pois isso é um forte indicativo do nível de experiência do profissional. Tudo isso vai ajudar na confirmação de que os médicos oftalmologistas possuem conhecimento suficiente no ramo em que atuam e são competentes para identificar causas e problemas, bem como tratar os pacientes da maneira mais segura e correta possível.

Higiene

A higiene do centro cirúrgico oftalmológico também deve ser considerada na escolha. Verifique as formas de assepsia do local, bem como de esterilização nas intervenções cirúrgicas. É importante que todos os procedimentos higiênicos estejam de acordo com a regulamentação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Centro cirúrgico regulamentado

O centro cirúrgico oftalmológico também deve ser regulamentado pela Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) nº 50, de 21 de fevereiro de 2002, guia que deve ser seguido por qualquer oftalmologista que pretende montar um centro cirúrgico.

A RDC foi elaborada pela Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e está vinculada ao Ministério da Saúde. Ela “dispõe sobre o Regulamento Técnico para planejamento, programação, elaboração e avaliação de projetos físicos de estabelecimentos assistenciais de saúde”.

Atendimento a ampla carteira de convênios

Outro quesito importante para avaliar a qualidade do centro cirúrgico oftalmológico é se ele oferece cobertura de procedimentos, exames e consultas por meio de uma ampla carteira de convênios médicos.

Como reconhecer a qualidade do centro cirúrgico ocular e oftalmológico

Para confirmar a qualidade do centro cirúrgico oftalmológico, é importante ainda seja feita a manutenção preventiva dos equipamentos hospitalares, que garante a segurança de todos os envolvidos nos procedimentos.

Além disso, o centro oftalmológico deve fazer o acompanhamento constante de técnicos e fornecedores, que ajudam a manter o alto nível dos serviços prestados, bem como criar um protocolo para necessidade de nova aquisição e substituição de produtos e equipamentos para manter a qualidade do atendimento já oferecido.

Clínica COI

A Clínica de Oftalmologia Integrada (COI) possui uma equipe multidisciplinar que engloba todas as especialidades da oftalmologia, sendo capaz de diagnosticar e tratar de forma completa todos os tipos de problemas oftalmológicos existentes.

O centro oftalmológico também oferece atendimento completo, sendo possível realizar consultas, exames, bem como tratamentos clínicos e cirúrgicos — desde pacientes que precisam apenas do simples uso do óculos até os que necessitam de uma cirurgia mais complexa.

Entre os principais procedimentos realizados pela Clínica de Oftalmologia Integrada estão a cirurgia refrativa a laser, ceratocone, cirurgia de catarata, glaucoma, retina, estrabismo, oftalmopediatria, pálpebra e vias lacrimais e a plástica ocular que está diretamente ligada à estética. É possível ainda realizar uma significativa gama de exames oftalmológicos na COI.

A COI é ainda um dos poucos centros cirúrgicos oftalmológicos da Zona Oeste do Rio de Janeiro, facilitando para que moradores de Campo Grande e bairros adjacentes não precisem se deslocar para outras regiões, sendo atendidos ali com mais comodidade.

Se você ou alguém da sua família está com problemas oftalmológicos ou mesmo precisando se submeter a uma cirurgia ocular, entre em contato com a COI Oftalmologia e agende sua consulta médica.

Especialista em cirurgia de catarata e ceratocone
Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ. Durante sua vida acadêmica, participou de dezenas de congressos e simpósios, no Brasil e no exterior, e ministrou diversas aulas sobre Oftalmologia. Para mais informações sobre sua experiência na área,
clique aqui.
Categories: DestaquesGeral
Guilherme Quinellato :Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ. Durante sua vida acadêmica, participou de dezenas de congressos e simpósios, no Brasil e no exterior, e ministrou diversas aulas sobre Oftalmologia. Para mais informações sobre sua experiência na área, clique aqui.