Como cuidar dos olhos, 07 dicas para manter a saúde ocular em dias

Ao adotar alguns hábitos simples, você evitará uma série de doenças nos olhos

De acordo com Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 1 bilhão de pessoas em todo o mundo, ao longo da vida, desenvolvem algum tipo de deficiência visual. Isso se deve a alguns fatores, como envelhecimento e mudança de estilo de vida.  Essas informações servem para nos conscientizar a respeito de como cuidar dos olhos em todas as fases da vida. Descubra que medidas devem ser tomadas para garantir o bem-estar e a saúde dos olhos.

Além disso, o acesso limitado à assistência oftalmológica e a falta de informação a respeito da importância de consultas de rotina estão entre os principais fatores que justificam esses dados.

Selecionamos as 07 principais orientações que devem ser colocadas em prática agora mesmo se você deseja evitar que outros problemas se manifestem.

  1. Faça consultas e exames de rotina com frequência

Ao contrário do que muita gente possa imaginar, o médico oftalmologista não deve ser procurado apenas em casos de dificuldade para enxergar. Existe uma série de doenças oculares que são silenciosas e não necessariamente afetam a visão.

É fundamental que você se consulte com o especialista na frequência indicada por ele. Também é importante realizar todos os exames solicitados. Isso vai te ajudar a prevenir glaucoma, degeneração macular, retinopatia diabética, entre outras doenças nos olhos.

  1. Mantenha uma alimentação equilibrada

Um cardápio rico em nutrientes e preparado com ingredientes naturais é um dos elementos-chave de como cuidar dos olhos.  Isso porque a alimentação saudável evita uma série de doenças sistêmicas, que acometem diversos órgãos.

A rotina alimentar equilibrada, portanto, previne hipertensão, diabetes, colesterol LDL (ruim), entre outros males que interferem diretamente no bem-estar dos olhos. Evite o consumo de açúcar refinado, alimentos processados, gorduras e sódio em excesso.

Uma importante aliada da alimentação equilibrada é a ingestão de, no mínimo, 2 litros de água por dia.

  1. Use óculos de sol

Esse acessório não se trata de apenas um elemento estético e vai muito além de estilo e gosto pessoal. Os óculos de sol, quando escolhido corretamente, protege dos olhos das radiações solares.

Além disso, ele cria uma barreira de proteção na retina, evitando o contato com poeira, entre outras micropartículas que podem prejudicar a visão. Na hora de comprar, é fundamental garantir que as lentes oferecem proteção UV.

Atente-se para o selo de qualidade para evitar prejuízos e causar ainda mais danos à sua visão.  Por fim, lembre-se de que os óculos de sol devem ser usados durante o ano todo, não apenas no verão.

  1. Modere o uso de computadores e celulares

Quando passamos muito tempo em frente à tela do computador ou do celular, a tendência é manter os olhos abertos e piscar menos. Esse hábito acaba reduzindo a lubrificação natural do globo ocular.

A desidratação dos olhos pode desencadear alergias, irritações, entre outras doenças. Para evitar esse quadro, faça pausas de alguns segundos a cada 20 minutos em que passa diante da tela.

Outra dica é manter o monitor a 50 centímetros de distância. Caso seja necessário, use o colírio recomendado pelo seu oftalmologista. Lembre-se de configurar o brilho da tela, de modo que ela não fique clara demais.

  1. Hidrate os olhos quando o tempo estiver mais seco

A baixa umidade do ar causa tende a causar irritação, ardência e vermelhidão nos olhos. Isso acontece porque a lágrima é evaporada e o ressecamento ocular é uma verdadeira porta de entrada para essas doenças.

Mesmo quem não mora em uma região com clima seco, mas trabalha em ambientes com ventilador e ar condicionado deve manter os olhos hidratados.  Esses equipamentos ressecam ainda mais esses órgãos.

A hidratação deve ser feita de acordo com as recomendações do médico oftalmologista. Não use colírios ou faça compressas com produtos por conta própria. Essa é uma das orientações de como cuidar dos olhos mais importantes.

  1. Evite coçar os olhos

Coçar os olhos pode causar diversos problemas, como descolamento de retina, alergias, inflamações, entre outros. As mãos estão entre os órgãos que mais acumulam bactérias, fungos, entre outros microrganismos.

Ao colocá-las em contato com os olhos, você acaba transferindo sujeira e, com ela, elementos nocivos para esses órgãos sensíveis. Sempre que tiver vontade de coçar, procure piscar os olhos ou lavá-los com água em abundância.

imagem de uma mulher loira de olhos azuis usando um óculos e mostrando apenas metade do rosto

Leia também: Como cuidar das lentes de contato

  1. Estabeleça uma rotina que contemple exercícios físicos e descanso

A prática regular de atividades físicas é fundamental, além de trazer uma série de benefícios para órgãos vitais, também é uma maneira de como cuidar dos olhos.  Ao proteger seu corpo contra diabetes e hipertensão, ela também promove a saúde ocular.

Além disso, os exercícios ativam a circulação sanguínea, de modo que os nutrientes necessários à saúde ocular, assim como o oxigênio, chegam com mais facilidade nesses órgãos.

Tão importante quanto exercitar-se é descansar. Faça pausas de alguns minutos durante o trabalho e os estudos para que os olhos se reidratem. Lembre-se de respeitar seu tempo de sono. O organismo necessita dessa pausa para a recuperação de energia.

Ao seguir essas orientações a respeito de como cuidar dos olhos, você será capaz de prevenir doenças e evitar o desgaste desses órgãos fundamentais para o bom funcionamento do organismo.

Tenha em mente que é fundamental adotar hábitos saudáveis e manter o acompanhamento regular com o médico oftalmologista. Conte com a equipe da Clínica de Oftalmologia Integrada para oferecer o melhor cuidado para seus olhos.

Ricardo Filippo
Especialista em Cirurgia Refrativa a Laser e Ceratocone
Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ. Durante sua vida acadêmica, participou de dezenas de congressos e simpósios, no Brasil e no exterior, e ministrou diversas aulas sobre Oftalmologia. Para mais informações sobre sua experiência na área,
clique aqui.