Lente de contato permanente, quais os cuidados que você deve ter

Descubra por quanto tempo é possível usar uma lente de contato e qual é a importância de manter a frequência de consultas e exames para evitar que o produto prejudique a saúde dos seus olhos

Graças à evolução tecnológica, além dos óculos de grau, algumas pessoas podem optar por uma lente de contato permanente, ou até mesmo cirurgia ocular para corrigir a miopia, astigmatismo, entre outros tratamentos refrativos.

Nos últimos anos, os pacientes têm questionado sobre lentes de contato permanente.  Você sabe do que elas se tratam, quando são indicadas e que tipo de cuidados devem ser tomados para garantir a qualidade do material e a saúde dos seus olhos?

Selecionamos as principais informações sobre esse assunto para que compreenda qual é a lente mais apropriada para seu caso.

Lente de contato permanente é igual à lente de contato de uso prolongado?

Quando falamos em lente de contato permanente, é comum pensarmos em um produto que colocaremos nos olhos e deixaremos  por um longo período. Se você está imaginando meses ou anos, é bom desconstruir essa ideia.

Nesse caso, seria melhor falar de lentes de contato de uso prolongado. Dependendo do modelo e do tipo de material, elas podem ser usadas por até 6 noites e 7 dias continuamente .

Há também as fabricadas com silicone hidrogel, que permitem a passagem de mais oxigênio através do material. Além delas, existem as lentes de contato de uso contínuo, que podem ser usadas por até 30 dias seguidos.

As lentes de contato de uso prolongado são indicadas para pessoas que nem sempre conseguem limpar ou manusear de forma correta. Nesse contexto entram militares, trabalhadores de serviços de emergência, entre outros.

O termo permanente não é sinônimo de para sempre. Nossa córnea precisa obter uma quantidade ideal de oxigênio para manter-se saudável. A única forma de garantir a entrada desse elemento é por meio dos vasos sanguíneos presentes nas pálpebras.

Embora os novos materiais permitam a passagem de uma quantidade maior de oxigênio, eles bloqueiam seu fluxo. As lentes de contato de uso prolongado podem causar uma série de problemas.

em uma mesa branca estão um recepiente para lentes de contato permanente junto de uma pinça branca

Leia mais: 9 cuidados que você precisa ter com lentes de contato

Por que não devo usar lentes deste tipo?

Usar lente de contato permanente pode provocar alergias, infecções e até cegueira. Por isso, é fundamental que você siga as instruções do seu oftalmologista em relação a isso. Não compre lentes de contato sem a devida prescrição do profissional.  

Mesmo se você for liberado para usar lentes de contato de uso prolongado, é fundamental retirá-las para dormir e antes de nadar. Não manuseie sua lente sem ter lavado as mãos com água e sabão.

Não use lente de contato com prazo de validade vencido ou de procedência duvidosa. Siga as orientações do seu médico oftalmologista sobre o tempo de uso desse produto. Lembre-se de que cada organismo é único e o que vale para você não vale para outras pessoas.

Mantenha a frequência de consultas e exames para que seja possível manter a saúde dos seus olhos sempre em dia. Em caso de irritação, alergia ou qualquer outra anormalidade, suspenda o uso e informe seu médico.

Ricardo Filippo
Especialista em Cirurgia Refrativa a Laser e Ceratocone
Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ. Durante sua vida acadêmica, participou de dezenas de congressos e simpósios, no Brasil e no exterior, e ministrou diversas aulas sobre Oftalmologia. Para mais informações sobre sua experiência na área,
clique aqui.